Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

(+) Uma maluca que julga ter juízo

Desabafos e bocados do que vou (vi)vendo...

(+) Uma maluca que julga ter juízo

Desabafos e bocados do que vou (vi)vendo...

...

Disse ou não disse que ia ver o mar.

Não de muito perto, ficámo-nos pelo mac, onde estava mais quente, mas vi. Super revolto, bravo...Lindo. Vislumbrava enquanto iamos conversando sobre tudo e pondo-a a par do que tem vindo a acontecer e do que tenho vindo a sentir. Soube bem.

 

Farta

Deste tempo de M****!

Sério, já estou a bater com a cabeça nas paredes. Eu amo o sol, o céu bem azul... e não pára de chover. De certeza que segunda, quando for embora, aí sim ele começa a espreitar! Oh Sorte...

 

Mas mesmo assim, não vou para cma sem antes er a praia... Não vou e pronto; birra, faço birrinha sim, que hoje estou assim pro muito mal-humorada!

 

Volto depois, vou peparar-me para o meu "date" com a minha gaija...

 

 

Sou mesmo parva, não há nada a fazer...

Mas adoro coisas com uma piada tão... tão... parva!

 

Acabei de ver o anúncio aos mentos pastilhas, é algo mais ou menos assim:

- BLA BLA BLA BLA...

-EPÁ JÁ NIGUÉM TE ENGOLE.

-ISSO É PORQUE SOU UMA PASTILHA...

A minha primeira expressão foi algo assim

mas passado uns segundos desatei a rir-me... Fenomenal....

 

Sou tão parva, mas gosto de ser assim, fazer o quê... é como as piadas secas... GOSTO.

Vou ali dar um tiro na mona já volto...

 

 

Atitudes!

Sabes o quanto quero... Sabes o quanto precisava e queria... limitas-te a responder "Não tenho dinheiro"...

Como se fosse necessário... Sabes que não precisas de dinheiro para certas coisas, mas ok. São escolhas...

 

 

Empatias

Há uma amiga muito importante na minha vida. Apesar de um incidente, ela sempre foi importante… É amiga certo.

É aquela que apesar de ter-me magoado, não consigo rejeitar o meu colo quando me pede (then again, a amizade passa por isto memso). Pois bem, hoje ela disse-me uma frase que me deixou muito pensativa: "és mais vivida que eu". Eu fiquei com aquilo a ecoar na cabeça... Eu, EU, que tenho-me sentido tão pequena estes dias. EU, que tenho andado a fazer um castelos nas nuvens…Eu que ando frequentemente perdida por este mundo... Não me sinto de todo alguém capaz de dizer algo que valha a pena… E é aqui que infortúnios do passado entram. Fui buscá-los porque seria a melhor maneira de dar um bom (?!?) conselho.

 

Sei que, realmente, os conselhos são como a letra de uma música os descreve: Advice is a form of nostalgia; dispensing it is a way of wishing the past from the disposal wiping it off, painting over the ugly parts, and recycling it for more than it's worth.”.

Mas gosto. Gosto de dizer o que penso, e debater até se será o melhor fazer, de analisar as coisas sem fim. E ela hoje procurou-me para isso mesmo, para a tentar orientar um pouco. São situações complicadas, portanto disse-lhe apenas o que fez-me seguir em frente noutros tempos. Não sei sequer se são os passos correctos, sei bem que é deveras difícil, que é preciso termos (pelo menos) algum amor-próprio, e também sei que geralmente não seguimo-nos pelo que nos dizem (pois!). Limitei-me a dizer o que concordava que ela fizesse (ou não fizesse).

Com tudo isto, revi-me na sua personagem. Revi o momento de dor, ver o momento de ansiedade, de dúvida, no momento de não saber o que fazer… E principalmente revi todo o processo que é largarmos algo que tanto nos prende! É complicado, a vida é complicada, mesmo.

Por fim acabamos a conversa e eu não parava de pensar para mim (não paro de pensar) se o que lhe disse foi o mais certo, se foram as melhores palavras! Às vezes é complexo distanciarmo-nos dos nossos problemas para sermos a bengala de alguém…Mas espero do fundo do coração que ela consiga ultrapassar estes dias, estes momentos, estes pesos e que se liberte… Porque há simplesmente pessoas que merecem!

 

Beijão linda.

 

isto há com cada um...

E com cada comentário que ai jesus... Bom, como li algures, "é tao facil clikar no delete".

Mas estas pessoas deixam-me mesmo mesmo mesmo intrigada, afinal o que raio lhes passa pela mona! oh jesus...

 

 

Pequena experiência

Hoje apetece-me escrever tudo o que me passa pela cabeça, e até vai servir para uma pequena experiência que vou desenvolver, experiência a mim mesma...

 

Aqui vai disto:

Adoro a música que abre a novela da noite da sic.. a viver a vida.. muito gira!

Note to myself: sacar esta música da net.

 

Começa a contagem decrescente para sair do estado somente enamorado emq ue me encontro, para "apreciar" as chatisses do que é ter uma relação com alguém que é o exacto (ou quase) oposto de nós.

 

Já não vou comprar o popó tão cedo como pensava, mas por um lado sinto-me contente, mais dinheiro sobra para outras coisas.

 

Apetece-me comer pipocas.

Apetecia-me ir ao cinema... ou melhor, ir ao cinema e comer pipocas de lá

 

Tenh saudades do meu sítio especial... De perder tempo a passear naquela ponte, relembrar os bons momentos que lá passei.

 

Ainda quero os sonhos que falei no post anterior.

 

Tenho de sacar o cd da orbital qualquer coisa 9, tem lá uma música que gosto muito.

 

Acho que vou fazer uma lista decente de coisas a fazer...

 

Vou ali e já volto.

 

Ps: pois, ele hoje não está aqui, divirto-me a escreve tolices neste bocado tão meu.

 

 

E para que saibas

A tua falta continua aqui, sempre presente no meu coração, uma pequena angústia que acalma apenas com  a certeza do amor grande que sinto por ti..

Luv yah... Hope you're feeling better and better every day.

 

 

Desejos

Passei por aqui para deixar bem explicito o desejo actual que tenho de comer sonhos... Daqueles de natal, cobertos por calda de açucar que faz tão mal à saúde e tão bem à alma!

Sou assim, de apetites estranhos.

É isso e castanhas, a minha perdição.. comia bem agora um tabuleiro cheio delas... assadas (ou cozidas)... Mas acho que os sonhos iriam saber bem melhor!

 

E não, não passa por gravidezes (espero eu) são mesmo vontades repentinas que marcam o meu ser...

 

 

Pág. 1/5