Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

(+) Uma maluca que julga ter juízo

Desabafos e bocados do que vou (vi)vendo...

(+) Uma maluca que julga ter juízo

Desabafos e bocados do que vou (vi)vendo...

Top 3 de 2010

3º - As viagens várias feitas. Madrid, Algarve, Terrinha, tudo contou para viver bons momentos e ver novas paisagens. Ir de comboio para sul pela primeira vez então, adorei.

 

2º - Ultrapassar quezílias antigas - tanto familiares como fora, tudo contou para me sentir ainda melhor comigo mesma.

 

1º - Impreterivelmente, a minha semana académica em concreto - e todas as noitadas fantásticas que aconteceram graças a esse mesmo espírito académico... Sem dúvida o melhor que me aconteceu este ano.

 

Para 2011, se continuar com este eu espírito optimista, já é meio caminho andado para correr bem a coisa.

Se aqui não voltar, FELIZ 2011 A TODOS NÓS.

 

Dia 19 desenvolvo mais este tema...


Resposta à mensagem recebida

Achas mesmo que um pedido de desculpas seco daqueles, ainda por cima por mensagem vai apagar o que se passou. Limpar a tua folha como que por magia. Achas mesmo que depois da tua atitude eu simplesmente iria agir como se de nada se tivesse tratado!

Já me conheces bem e se há coisas que digo que não perdoarei (ou muito dificilmente o farei) é porque sabes que será díficil dar o meu perdão. Agiste como um perfeito otário, e o pior foi a falta de razão. Não consigo nem quero perdoar-te agora.

Ainda sinto demasiada mágoa e raiva por ti, e a verdade é que, por mais que por vezes bata alguma saudade e preocupação, apercebo-me que estou bem melhor agora, sem ti... Longe de ti e das tuas amarras.

Pode ser que um dia este sentimento passe e que resolva responder-te directamente, e quem sabe até perdoar-te. Por enquanto as minhas palavras ficarão aqui... perdidas!

3ª ronda ikea (ou vai na olta e já é a 4ª)

Comprar colchão,estrado, almofada, móvel para sala, pratos (estava mesmo a precisar) e mesmo assim aguentar-me firme pra não gastar dinheiro em mais coisa nenhuma! Uma tortura, essa é qeu é essa, ir às compras, querer comprar tudo e não poder... (a verdade é que assim tem sabido ainda melhor.. é aos poucos!

Feliz portanto...

 

Do natal

Passou.

Correu bem, pela primeira vez éramos poucos, mas bons à hora do jantar. Aconchego familiar , risadas e frio... MUITO frio na rua.

Ainda deu pra ajudar a avó a rachar lenha (ah pois é) o que obviamente resultou em dores nos ombros, que já não fazia tal esforço fazem alguns anos.

Dar as boas festas a quem conhecia e apreciar a vista linda da barragem que finalmente começa a encher... Soube a pouco, a verdade foi essa.

Ah, e quanto a presentes, amei. Agora vou passar tardes a fazer waffles e beber uns sumos de fruta natural que me babo, enquanto tenho vestidas as pantufas deliciosas e leio o livrinho que recebi...

Foi um bom natal, soft, tal como todo o ano de 2010.

Inevitável

Não dá para fugir... Acaba o Natal e toma conta de mim uma notalgia, uma necessidade de avaliar o ano que termina uma vez mais (sou repetitiva, fazer o quê). Época de balanços, de rever o que foi, o que é e o que poderia ter sido.

Recomeço de definições para o ano seguinte, e mesmo que não seja algo propositado, a verdade é que quando dou conta e estou a delinear tais objectivos ou projectos na cabeça.

Já no ano passado por esta altura o mesmo aconteceu, e ainda bem, muita coisa positiva surge destas minhas reflexões.

Neste momento, ao olhar para trás uma sensação dúbia invade-me, de que perdi alguns meses de vida, mas também me ocorre que esses mesmos meses eramnecessários serem gastos! A treta do “closure” e coisas assim.

Agora é aguardar pelo novo ano, e tudo o que ele me trouxer... O ano civil, e o meu, o pessoal já dia 19. Estou determinada a fazer aquilo que me faz feliz, é só isso que pretendo, já que percebi que isso só depende de mim.

Inevitável também será o facto de que 2010 vai embora deixando saudades...

Até sexta irei tentar deixar aqui os melhores momentos deste ano...

Be back latter

 

 

Ultimamente

Tenho um pensamento ecorrente na minha cabeça de que ainda sou uma criança... Pensamento esse reforçado nos últimos dias, isto de estar rodeada de pessoas mais velhas tem disto.

Mais um pormenor que com certeza irá resultar numa melhoria decertos aspectos da minha persona, ou pelo menos tentarei fazer por isso.

Pág. 1/5