Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

(+) Uma maluca que julga ter juízo

Desabafos e bocados do que vou (vi)vendo...

(+) Uma maluca que julga ter juízo

Desabafos e bocados do que vou (vi)vendo...

E comentar coisas realmente importantes

Fácil levar a opinião pública a não querer interessar-se pelos direitos de um preso, se esta acha que cometendo um crime ainda bem que são aproveitados para trabalho, ao menos tornam-se utéis para a sociedade… Será assim mesmo?!




Não gosto de ser dramática, mas a meu ver esta será a nova camara de gás do século XXI. O ser humano como mercadoria e nada mais...

Onde iremos parar deste modo!


Dos melhores sentimentos do mundo

É perder horas de sono a meio da semana e perceber que há amizades que continuam verdadeiras, intactas se não ainda mais reforçadas. Perceber que tal como as plantas que nascem na direcção do sol, crescemos na mesma direcção,  com os mesmos valores. Perceber que somos amigas, daquela amizade sincera carregada do verdadeiro amor.

Do pé para a mão é melhor

No final de mais um dia de trabalho, deu-me para  ligar para ela. Combinámos um encontro e depois de eu ter deixado a cozinha limpa e arrumada, como estava mesmo a precisar, resolvi ir ao seu encontro. Depois de um jantar em que se resumiram os últimos 4 anos da vida familiar, partimos às compras e seguimos para o Hotel. Mais conversa, agora com temas mais alargados, ficámos a falar até às tantas da madrugada. Acordar cedo, preparar-me muito l-e-n-t-a-m-e-n-t-e, descer para o pequeno almoço e vir para o trabalho como se não fosse nada!

Maravilhoso, simplesmente divinal começar o dia desta forma. Apesar das pouquíssimas horas de sono, sinto-me revigorada…

Não me chateiem mais

O facto de não ter uma decisão concreta sobre a "oferta" de partidos políticos para votar e também o estar ciente de que um voto em branco seria provavelmente a opção que iria ter, adiei a ida às urnas. Adiei, adiei um pouco mais e quando dei conta já tinha acabado o tempo para votar. O remorço que eu tenho é suficiente para me moer o juízo, não preciso de marias arautas dos bons costumes para virem buzinar no meu ouvido com a lenga-lenga de que deveria ter votado, eu sei que sim! Mas também sei que o meu eu, lá do fundo, gritava-me para pensar bem, informar-me um pouco melhor em quem estaria a votar, para ter um voto minimamente consciente. Lamento se prefiro fazê-lo (ou neste caso não fazê-lo) e participar da abstensão do que votar de forma mecânica e completamente aluada, só para dizer que sim, que votei!

Desculpem, mas isso também não é para mim.

A minha tara mais recente

Ouvi falar e adoraria experimentar... Massagens Yoni. Isso ou uma massagem tântrica.
A encontrar um espaço que onde sejam feitas estas massagens de forma profissional, e não como aproveitadores, e sou menina para alinhar a sério.

Hoje, dormi bem

Durante o dia de ontem repeti um exercício que já não fazia há algum tempo a sério. Consistia em meia volta lembrar-me de que tudo está bem. Não porque preciso de me positivar mas porque tenho aquela propensão para começar a pensar no futuro e no que me iria dar jeito que acontece-se já. Então, volta e meia pensava cá para mim “está tudo bem”, inspirava fundo e continuava os afazeres.
A verdade é que foi um dia bastante calmo, a nível profissional e pessoal, um dia que passou levemente. A verdade é que dormi bem, profundamente e hoje levantei-me renovada. A verdade verdadeira é que fazia-me falta uma noite de sono a sério. A verdade é que isto bastou para comprovar que, de facto, está tudo bem, está tudo como deve estar. Só precisava lembrar-me disso e não “chamar a mim” as ânsias tolas.

...

Posso dizer com toda a certeza que nunca houve um fim de semana em que tenha feito tão pouco. limitei-me a dormir e pouco mais, até me fez alguma confusão. Acredito que tenha sido para recuperar da última semana que foi de trabalho excessivo mas a preguiça que me apanhou tenho noção que foi em excesso!

A mente parou, não consegui pensar em nada e chegar à conclusão de que esqueci-me, completamente, que dia 20 já tinha passado deixou-me preocupada. Era SÓ o aniversário do meu pequerrucho! Esquecer-me de aniversários por si só é difícil mas esquecer-me do aniversário dele só prova que algo começa a estar muito errado na minha mona!

Pág. 1/2