Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

(+) Uma maluca que julga ter juízo

Desabafos e bocados do que vou (vi)vendo...

(+) Uma maluca que julga ter juízo

Desabafos e bocados do que vou (vi)vendo...

Rock in rio, eu fui… E que bela merda!

Quando no início do ano soube que os meus queridinhos da juventude vinham cá para um concerto rejubilei… por 2 segundos. Mal disseram que seria no ROCK IN RIO acalmei a passarinha e pus uma cruz em cima. Pagar 70€ por 1h de concerto justo neste festival não iria acontecer. Então lá segui a vida, feliz e contente. Até que o meu irmão me torna a vida difícil e me faz criar expectativas quando me diz as palavras mágicas “arranjei-te um bilhete”. Fiquei feliz mas apreensiva. Algo em mim dizia que era bom demais. Foi preciso estar frente ao palco e ouvir o Fieldy nos primeiros acordes de Blind que me fizeram saltar, literalmente, de alegria. E pumba, 1minuto depois já todos sabem o que aconteceu. No ínicio juro que pensei que era propositado. Deixei-me estar um pouco mais, aproveitei os 20m de concerto com o sentimento de “Já que aqui estou melhor aproveitar enquanto há”. Foi potente? Foi. As imagens da reacção do público ficam aquém do que estava a acontecer? Completamente. O som, especialmente junto ao palco, era merdoso que dava dó? Era! Fiquei contente com o pouco que vi? Muito. Se nunca os tivesse visto, com certeza absoluta que não iria perder mais tempo a pensar sequer numa hipótese de voltar a vê-los… Mas já vi e sei que são melhores do que aquilo que foi demonstrado sexta e principalmente, a voz do moço pareceu-me bem o suficiente para ter esperança. O que me irritou mais ainda, acenderam o bichinho adormecido. Agora tenho esperança de que além de virem a Portugal se redimir, a possibilidade de ser um bom concerto é grande. Fui para casa com esta engasgada e com vontade de mandar o RIR pro Caralho como se cantou no recinto. Até que me lembrei que nem sequer aproveitei/vi o recinto. Foi entrar, palco principal e sair. Fiz o que é suposto fazer num festival, ouvir a música. Então quando me dizem que têm um bilhete à borliu para dia 29 porque a outra também se tinha baldado, pensei em lá ir para ao menos ver o que tanto motiva o Tuga a dar 70€ para ver seja quem for lá.  Peguei na minha A. e siga para o parque da Bela Vista. E não se passou nada… Estive HORAS na fila do slide por pura estupidez (e porque estava na conversa com as pessoas a minha volta que me distraíram o tempo todo). Ok foi engraçado até porque apanhei os foguetes enquanto descia mas fonix, eu se pago é mesmo pela música, perder aquele tempo todo nas filas e ainda correr o risco de estar na fila no momento em que a banda que quero ver está a começar, parece-me só parvo! Fora as filas para tudo o resto. Então confirmei, é um parque de diversões sem diversões. E fui embora com a certeza de que pagar para lá estar, eu não pago… Lamento Família Medina.