Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

(+) Uma maluca que julga ter juízo

Desabafos e bocados do que vou (vi)vendo...

(+) Uma maluca que julga ter juízo

Desabafos e bocados do que vou (vi)vendo...

A verdade

É que devido à rambóia de sexta, vejo-me a tentar a todo o custo não me cruzar com os vizinhos!

Chama-se vergonha minha gente, e não me ocorreu que iria sentir tal coisa no auge da loucura...

Agora é ver-me entrar e a sair a correr do prédio.. Ah pois é, uma desavergonhada que eu sou.

{#emotions_dlg.blushed}

Dos livros

Acabei o Comer Orar e Amar. Gostei, e percebi o porquê de tanta mulher adorar, é facil idntificar-se com a personagem! A parte da India então, a minha preferida. Recomendo.

O que se segue?! Caim... a ver vamos.

Como Soltar a franga pode ser um elixir natural**

* ou, como sexo louco faz um bem danado ou ainda, *mas que há homens que sabem mesmo aquilo que fazem,ui se há!

 

Ainda por cima parece que houve algo trazido da Holanda que tive de experimentar... A loucura, real loucura!

E pronto,sobre o resto da maravilhosa noite de ontem é só isto que escrevo... e que foi Booooooom. Jesus


...

Sinto-me mesmo sortuda quando posso sair do trabalho as 17h, encontro-me no coração de Lisboa ainda o relógio não marca 18h, passeio-me lentamente pelas ruas agitas e aprecio a beleza de tudo o que me entra pelos olhos.

Aproveitei este meu passeio improvisado para visitar a Sé de Lisboa. Gosto de Catedrais, e nunca tinha visitado esta. Antes de entrar visualizo a imagem belíssima do sol avermelhado a iluminar este monumento. Tão belo. Entro, passeio-me um pouco e sento-me. Não é fácil explicar a paz que ontem tomou conta de mim, estava numa calmaria que definitivamente não é normal. A minha mente apesar de sempre activa (demasiado activa) estava num estado Mega zen, a apreciar todo aquele momento. Fez-me um bem danado.

Passado uns minutos, achei que estava na hora de ir ter com as minhas moças, afinal o jantar estava marcado. Conversas e confidencias trocadas com a minha amôra, para depois encontrarmos as outras no restaurante.

Meu deus, como somos as raparigas mais ruidosas do mundo! Mesmo com conversas indecentes (não queiram imaginar o que é um grupo de mulheres  juntas a falar de sexo) não nos preocupámos com quem estava à volta. Falamos sobre os mais variados temas, para não variar gargalhadas surgiam a cada 2m. A vitória do glorioso só veio animar a coisa, mas a verdade é que com a conversa tão animada mal prestámos atenção ao jogo.

Regressamos a casa de comboio, continuando uns décibeis acima do que qualquer pessoa que estivesse naquela carruagem, depois de um dia de trabalho, gostaria. Planos feitos, sonhos lançados.

Foi maravilhoso, um fim de dia simples, mas perfeito.

E a sensação de paz.. pois, essa ainda aqui continua. Gosto!

Da história dos combustiveis

Puta que pariu mais esta brincadeira.

Desde 2001 (se a raiva não me engana) que isto tem sido um constante brincar. O preço dos combustiveis sobe, sobe e continua a subir, alimentado já há alguns ano por pura especulação.

E o pior é que o Português não tem uma iniciativa de jeito para demonstar o seu descontentamento (aquela história de deixar de abastecer não sei onde, mas só a partir do verão como já ouvi e li por ai, é patética).

Epá, pelo amor da santinha, isto é pura e simplesmente demais.

O pior

Os beijos viciam.. pelo menos a mim que quero sempre mais e mais e mais!

Pode não haver mais nenhum contacto sexual, mas os beijos.. Oh deus, os beijos são a melhor coisinha do mundo e um must have em noites frias como a de ontem.

Facto

Cheguei àquela fase em que partilhar a minha cama com alguém chega a ser penoso! Já me habituei a tê-la só para mim, por inteiro, e por mais que um aconchego e calor humano saibam bem, ainda estou longe de querer partilhá-la com outro homem/rapaz/whatever... Coisas da vida.

Da mudança de visual

Voltar à franja foi fácil, fácil. Uma experiência já antes tida e bem sucedida. Para o aniversário foi isso, mas a derradeira loucura será para fazer por estes dias... a ver vamos se não me arrependo!

Pág. 4/4

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais visitados

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D