Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

(+) Uma maluca que julga ter juízo

Desabafos e bocados do que vou (vi)vendo...

(+) Uma maluca que julga ter juízo

Desabafos e bocados do que vou (vi)vendo...

E esta chuva que sabe tão bem!

Ando introvertida por estes dias. Tenho olhado bastante para dentro, e isso fez-me pensar em demasiadas coisas. Boas coisas! É gratificante ver que aquelas pessoas a quem chamo de amigas, aquele pequeno, muito pequeno mas mais que suficiente número de pessoas, está lá e apesar de dar-me na cabeça quando acham que devem, conseguimos superar a "chatice" como se nada tivesse acontecido e é ver-nos fazer planos que nem doidas para as férias.Sinto-me feliz assim..

É verdadeira amizade gente!

...

 

 

Ainda sobre a conversa tida com ela, e depois de pensar na questão do "como é que aqui chegaste" lembro-me desta frase acima! Desta frase e do repetido durante anos "quem está mal, muda-se". Sempre que ouvia esta frase, achava-a um pouco injusta, grosseira mesmo, até que hoje em dia, a tenho pura e simplesmente um modo de vida. Somos realmente o que fazemos com a nossa vida, com aquilo que está à nossa frente, e a maneira como assumimos a mesma, como assimilamos o que há de bom e há de mau é que ditará o quanto precisamos de alterar a nossa postura perante a vida.

Falta-me muita, muita coisa na vida, mas sei bem agradecer aquilo que já possuo, e como já antes tinha dito, é muito!

E mais uma vez, simples não é, mas é menos difícil do que pensamos, tem-se é de começar por algum lado...

É quando a amizade transpõe oceanos!

Deixaste-me a pensar seriamente em tudo o que falámos... E claro, principalmente o as ideias trocadas sobre este cantinho!

Já tinha pensado em cancelar o blog, em escondê-lo, em acabar simplesmente, mas sempre que o fazia, relia o que já foi escrito e relembrava-me da verdadeira razão para o ter criado.

Sim, é o meu pequeno diário on-line, mas também há quem o leia, mesmo que apenas de quando em vez, mesmo que pessoas amigas que me dizem gostar daquilo que lêem! Se poderia comprar um como os demais da minha infância, daqueles de papel, podia, mas não era a mesma coisa, há uma comodidade inerente a eu ter este espaço sempre disponível seja onde eu estiver.

Contudo, sei que o que me disseste é verdade. Há quem leia este espaço, e devo sempre recordar-me da linha ténue que é delineada para não me expôr demasiado. Mas, simplesmente com o passar do tempo, vamos escrevendo, debitando aqui a vida, e deixamos de verificar correctamente se essa linha já não ficou lá atrás.

Vou tentar estar mais atenta àquilo que escrevo, embora continue a usar este local como até aqui, par desabafar. Apenas irei tentar faze-lo de forma mais reservada.

(E embora este texto seja escrito na segunda pessoa, directamente para ti, espero sinceramente que não o leias) LUV YAH!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais visitados

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D