Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

(+) Uma maluca que julga ter juízo

Desabafos e bocados do que vou (vi)vendo...

(+) Uma maluca que julga ter juízo

Desabafos e bocados do que vou (vi)vendo...

Só me resta aguardar e acreditar...

Sempre ouvi dizer que as mães, principalmente as de primeira viagem, a cada vez que tinham que se afastar das suas crias, sentiam-se metade. Era uma constante preocupação, genuína, que mesmo tendo a parte racional para acalmar qualquer temor, relembrando que o rebento está em boas mãos, a parte irracional (o coração, o amor, a preocupação, o que quiserem chamar) abafava facilmente esta cantilena, exaltando sempre as preocupações do “e se”. O “e se algo corre mal” corrói, faz doer um pouco mais o coração, mingando-o até uma ínfima parte.

É recorrente ouvir e ver mães queixarem-se do mesmo, do quanto custa ficar longe, deixar voar ou mesmo não poder acolher o filho debaixo da sua asa... Há, por alguma razão (talvez o tal laço invisível),  a necessidade de poder controlar a envolvente, como se a própria presença fosse a confirmação de que tudo irá correr bem, só porque estão juntos.

Eu não sou mãe (espero que aqui, com um AINDA muito reforçado), mas sou filha.

E hoje, que sei que terei a minha mãe a milhares de quilómetros de distância, pela primeira vez nas nossas vidas, sinto uma aperto no coração como nunca antes senti. Acredito que a idade ajude, deixa-me mais desperta para os possíveis perigos e para a própria efeméride que é a vida. Já repeti para mim mesma que tudo correrá bem, no fundo sei que sim, sei que esta viagem é mais do que necessária e principalmente, sei que ela precisava deste momento.

Mas eu, eu fico com o coração nas mãos.

Só me resta aguardar o tempo que for necessário para voltar a tê-la aqui, ao pé de mim...

E o alive 2011, correu bem?!

Tenho andado tão cansada que nem vontade de aqui escrever tenho.

Assim, de fugida, escrevo apenas que optimus alive 2011 (dia 8) teve a tenda optimus clubbing a bombar (embora tenha ficado sem perceber que raio de culto se anda a gerar por causa do DJ Steve Aoki, não gostei, senti-me como a minha mãe que diz que música eletrónica é só barulho), deu uma bela duma barraca no palco principal, e mesmo assim, valeu a pena ter ido ver Chemical Brothers, loved it!

 

No fim de semana e após uma ou outra conversa mais séria, de certa forma voltei a encontrar-me... Gosto de conversas que me fazem pensar.

 

 

Ah, 30 SECONDS TO MARS não valem NADINHA!

Agora vou-me...

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais visitados

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D