Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

(+) Uma maluca que julga ter juízo

Desabafos e bocados do que vou (vi)vendo...

(+) Uma maluca que julga ter juízo

Desabafos e bocados do que vou (vi)vendo...

Será que entrei na 5ª dimensão e niguém me avisa!

Eu:  Estás a falhar como as notas de 500 no meu bolso!

Ele: Então?! Achas que é desprezo, estou a dizer-te que vou ter contigo hoje, durmo ai!

Eu:  (com um grande ponto de interrogação na cabeça, tipo WTF, não te perguntei nada disso) O quê?! Estou apenas a perguntar quando me trazes cá o contrato!

Ele: Ah! Hummm, então, se queres ver-me aproveito e levo-o... ah a minha mãe pergunta se vou ficar aí de vez!

Eu:  WT Big F?! A tua mãe?

Ele: Sim, ela está a dizer que agora vivo aí.

Eu: Diz-lhe para não se preocupar, não quero roubar nada a ninguém...

Ele: Espera, diz-lhe tu...

Ela: Olá... A sério, não me importo, até seria um alívio para mim, ando a criar filhos para o mundo! Não teria de acordar de manhã e preocupar-me com ele (e bla bla bla).

Eu (muito encaralhada): Hum, pois, diz que é assim que deve ser (risos).

Ela: Pois claro. Como é mesmo o teu nome?

Eu: E.

Ela: LILI, que bonito tenho uma sobrinha...

Eu: Não, E., com E no princípio.

Ela: E., que bonito. Bom, então muito prazer E.

Eu: Igualmente, pode ser que um dia possamos conversar pessoalmente! (Que bela merda pra ser dita)!

Ela: Espero bem que sim. Beijinhos

Ele: Agora ficaste sem jeito né!

Eu: Vai-te foder, estás a gozar comigo, passas assim à tua mãe (bla bla bla, whiskas saquetas com vários palavrões pelo meio).

Ele: (risos) Então até logo!

 

Dia seguinte:

 

Ele: Então, o que achaste da voz da minha mãe?!

Eu:  Estás a perguntar a sério?

Ele: Sim, claro.

Eu:  Tem voz doce, simpática. Tem uma voz bonita.

Ele: (Sorri qual criança) ela também diz que tens uma voz simpática.

 

Twilight zone minha gente, a minha vida é, oficialmente, a twilight zone!

Por acaso já tinha reparado...

Mas foi ao ler ali a bad que me lembrei de ter ficado com a mesma opinião.

Quando na semana passada passeei-me por Lisboa e reparei na capa da GQ fiquei felicissima por finalmente ver uma mulher de verdade na capa.. Uma mulher com curvas, (a chamada gorduchinha) LINDA. Opá, e aqueles olhos, jesus! Ok, o fotoshop é sempre usado, mas possa, aquilo sim poderá ser considerado beleza natural (ao invés de uns silicones todos tortos e falsos).

Será que começará a ser uma tendência, ou foi apenas um caso efémero? Espero que a resposta seja a primeira.

...

 

Chegaram ao destino. Chove a cântaros. Ela sorri, encosta suavemente os seus lábios aos dele, beijando-o ao de leve. Ao abrir a porta, ele chama-a inesperadamente, já esta se vai fechando... Apesar da chuva, ela volta atrás, ele abre o vidro. Ela encolhe os ombros como quem pergunta “o que faltou dizer?” e ele apenas responde que não era nada! Sorri, ela retribui o sorriso, ele grita alguma coisa sem grande importância, ela acena em concordância e diz adeus... um último olhar de cumplicidade surge. Ambos seguem caminhos separados, mas felizes. Foi a simplicidade que lhes colocou esse sorriso no rosto, a simplicidade de um encontro perfeito, marcado por pequenos grandes gestos.

Energias e influências negativas

Do meu fim de semana em família, a minha parte mais crente nestas coisas mais "esotéricas" voltou a ser posta à prova. Sendo de família de angolanos, há certos assuntos que vêem à tona mesmo que não queira ouvir. E são histórias rebuscadas, daquelas que, de acontecerem com parentes directos, começamos a pensar duas vezes se serão apenas coincidências... E só queremos manter certas coisas longe. Quero perto de mim pessoas que me desejem bem, que torcem pela minha felicidade e não o contrário. Há demasiadas pessas que têem acesso à minha vida e que sei estarem a rezar para que eu me dê mal, ou simplesmente invejam-me, só porque sim. Não desejo mal a ninguém, não invejo ninguém e apenas quero manter este estado de espírito, pacífico de há meses, e afastar o resto. Somente!

Isto de ser amiga da ex-cunhada

Eu bem tento fugir das informações, já proibi comentários e tudo, mas há momentos em que é inevitável... Ontem foi um desses momentos, em que graças ao cabeção com que me encontrava (e ao programa do Ramsay que me pus a ver após largos momentos de zapping- dêem-me um comando para a mão e entretenho-me sozinha) é que só me apercebi do que ela comentava com as amigas já no fim da conversa.

A parte engraçada foi que, inconscientemente, até estava a ouvir a coisa, não escutava, mas ouvia (as vicissitudes do meu estado "alegre"). Não me apercebi de quem falavam e como não sou muito de fofocas, não liguei nem pensei em quem pudesse ser a rapariga desesperada de atenção de que elas falavam! Se não fosse a C. a olhar para mim enquanto mandava as outras calarem-se, provavelmente, eu continuaria no meu transe. E mais uma vez a única coisa que me surgiu na cabeça foi uma enorme pena da falta de amor-próprio que por ai anda, e inevitavelmente, da sensação de ter-me safado de boa!

É triste quando, de certas histórias, só sobra espaço para pena da rapariga...

Pág. 7/7

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais visitados

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D