Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

(+) Uma maluca que julga ter juízo

Desabafos e bocados do que vou (vi)vendo...

(+) Uma maluca que julga ter juízo

Desabafos e bocados do que vou (vi)vendo...

Os pequenos pormenores

São tudo... Como um beijo no ombro esquerdo, aquele beijo de respeito. Ou o beijo na testa. Um olhar, um abraço.
Só mais 4 meses para voltarmo-nos a ver, e o encontro não programado deu-nos uma nova força para o que ainda vem...
Não sei o que ainda virá, mas que sei por enquanto ainda vale a pena!

E os sonhos realizam-se

Poderia começar por falar na manhã atribulada para poder apanhar o voo. Na sensação dúbia que tive ao ver uma ilha semidesértica. Na desilusão que foi sentir o vento forte e céu nublado. No bom que é ficar alojado em regime TI e estar sempre de copo na mão. Na sensação de passear numa praia sem fim, quase deserta. No passear nas dunas de moto 4. Na visão maravilhosa da praia virgem de 18km e de outra perdida para lá do deserto. Da sensação de ver crianças que supostamente, não tem nada, e ver nos seus rostos que essas sim são, genuinamente, felizes. Poderia falar sobre os amigos que se fizeram, no grupo espectacular que encontrámos, nas gargalhadas dadas. Podia falar nas lágrimas que caíram, podia falar nas saudades que apertaram. Poderia falar na vista divinal cada vez que se tinha uma refeição, ou mesmo da sensação de se estar num cenário de filme a cada pôr do sol. Poderia dizer que nunca na minha vida comi tanto peixe. Que umas férias pensadas para descansar resultaram numa semana de muita fatiga. Poderia falar dos inúmeros acasos que aconteceram durante toda a viagem. Do susto que foi ser chamada pela polícia. Poderia falar da sensação de perceber o que me esperava à chegada a Lisboa. Poderia tentar explicar da poesia que foi aterrar em Lisboa com ma banda sonora perfeita. Poderia deixar aqui a felicidade que um abraço, um beijo, um olhar, o matar das saudades me fez sentir.
Poderia alongar-me mais no que fez da semana que passou tão especial, mas não há palavras para explicar o que foi sentido.

 

Trabalho para viver, não vivo para trabalhar

Cada vez mais esta frase vai ganhando espaço na minha maneira de ver a vida.

Não sei o que possa ser, mas cada vez mais faz-me confusão estar aqui, nesta curta passagem que é a minha vida, e desperdiçar a minha mocidade, estes anos fantásticos (e que acredito serem dos melhores para desfrutar). Apoquenta-me sentar e não arregaçar as mangas para fazer e ter aquilo que me faz sorrir. E isso é transversal, vai desde às pessoas que estão a meu lado, como ao trabalho, até àquilo que faço com o meu tempo. É a noção de que a minha vida é aquilo que eu faço com ela. Pode soar a frases feitas, mas de há uns tempos a esta parte, é isto que me acontece, o significado fica mais lúcido, mais transparente...

E é com base em pensamentos como estes que sigo para mais uns dias de descanso. Vou para o paraíso, desligar-me do mundo e apreciar um merecido descanso.
Be back latter!

Ontem disse-lhe

"Hoje, aliás, por estes dias, só há uma coisa que me falta para sentir-me no topo do mundo... Se tivesse a presença dessa pessoa seria o nirvana... E isso é bom certo, estou feliz. Não estou 100% completa, mas quase. Não há muita gente que possa dizer o mesmo"!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais visitados

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D