Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

(+) Uma maluca que julga ter juízo

Desabafos e bocados do que vou (vi)vendo...

(+) Uma maluca que julga ter juízo

Desabafos e bocados do que vou (vi)vendo...

Dilemas

Não sou maníaca das limpezas mas gosto de ir mantendo o meu espaço habitável. E por habitável digo minimamente arrumado e limpo. Ora, vivendo sozinha, sei perfeitamente que se não for eu a arrumar, ninguém o fará - well, a mummy tem graves problemas e às vezes chega lá a casa e lava o prato que possa estar no lava-louça porque faz-lhe confusão, e eu no alto da minha preguicite agradeço. Bom, dizia que apesar de preguiçosa gosto de manter a casita habitavel, e quinta feira, depois de mais uma jornada cheguei a casa e pus-me a limpar de uma ponta a outra a casita. Acabei feliz da vida a pensar que durante o fim de semana poderia descansar. Wrong!
Chega sexta, temos a ideia fenomenal de fazer uma noite de cinema, toca de fazer pipocas para ver o Gru. Escusado será dizer que a sala ficou parecia que tinha rebentado uam bomba atómica.. Mas tudo bem, o meu lema é que a casa é para se viver e no sábado de manhã mal acordo, toca de varrer tudo de novo, deixar a sala um brinco novamente.

Durante a tarde, estar com a amiga para pôr a conversa em dia, fazer waffles - deliciosos, by the way - à oite lembrar-me de fazer uma sobremesa - maravilhosa, by the way - para que a outra amiga aprovasse e até às duas horas da manhã deixei novamente a casa virada do avesso.
Domingo acordei e deixei-me estar, que isto de estar sempre a arrumar cansa.

Conclusão, sexta chega a família de visita e neste momento não vejo dia para arrumar tudo. Aceitam-se histórias mirabolantes para contar à tia quando entrar em casa e vir Hiroshima reenact...

Mudança

Esta foi a semana em que houve uma mudança a nível interno do mais acentuado que poderia experienciar.

Cimentar ideias, abrir-me para novos conceitos, novos estudos. Fortalecimento de conceitos apreendidos nos últimos meses e descodificar, finalmente, o que me foi dito. Empreendi este caminho e agora é segui-lo pois descobrir-me tem sido uma viagem fantástica.

Que tudo se mantenha assim, leve!

É tão bom ser Feliz

Não sei se é da felicidade, se do amor mas mais do que nunca acho que estás uma mulher ainda mais bonita.


E não, não é vontade de manter contacto ou criar laços, simplesmeente tropecei numa foto tua e foi o primeiro pensamento que me ocorreu. Acho que os elogios devem ser feitos quando são sinceros, só porque sim.

É oficial

Já que o belo do português não consegue foder o actual governo, fode os respectivos cônjuges.

Só isso explica tanta mulher prenha nos últimos tempos!

 

Ainda sobre o Alive

É sem dúvida o festival com mais betos por metro quadrado!
Não sei se foi porque eu tive acesso à zona de convidados (de onde vi o concerto diga-se), mas juro que até me fez um pouco de confusão a quantidade de gente que ali marcava presença para desfilar ao invés de realmente apreciar a música. Durante TODO o concerto de Phoenix tive de gramar com duas moças que só tagarelavam sobre a vida de alguém que coiso e prontos, "tá a ver"... Credo minha gente. E o belo do salto alto! Juro que não entendo, eu bem tento mas saltos altos não entendo...
Isso e estrangeiros, a Everything is New está a apostar forte e feio lá fora - a ajudar com o turismo em Lisboa, well played Álvaro. Um pezinho que joga com politiquices dá sempre jeito não é verdade. E pronto, em termos de ambiente é isto e o de sempre. Pessoal coquinado, demasiado.
Sempre prefiro o pessoal que se limita às brocas, mas é o que há. Ficou a ideia de que se está a tornar um festival mais... elitista!

Ah não, falta dizer que vi tanto, mas tanto homem bonito que até deu gosto. Agora sim, é tudo.

Alive 13

Era suposto marcar presença nos 3 dias. Era, não foi claro. A minha sexta não foi de todo um dia Optimus e o cansao de sábado fez com que não conseguisse marcar presença. Mas ontem lá tinha de ir, afinal queria mesmo vê-los. Depois de um percalço, lá me dirigi para o recinto, sozinha!
Foi engraçado poder vaguear pelo recinto sem me preocupar em perder alguém de vista. Estava relaxada e seguia o meu ritmo.

Bandas de que tinha curiosidade, a maioria tinha sido na sexta feira, mas não deixei de espreitar Of monster and men que acho que foi dos melhores concertos do dia, a Blaya para perceber o que ela faz para além dos Buraka e a única coisa que consegui perceber foi que ainda não se encontrou como artista. E que todo o concerto transpirava sexo, meu deus.. Segui para o palco principal, ver Phoenix que deram um concerto porreirito.  Quando começaram Kings percebi logo pela primeira música que estavam ali para despachar o repertório e irem para casa.
Isso é o que mais me incomóda, num concerto espero que haja interação com o público, envolvimento. Ali não houve nada disso. Falta muito a componente entertainer dos moços, nisso têm de aprender com o lindinho do Eddie Vedder. Isto o lado negativo, porque pelo positivo, Jesus! São bons, muito bons músicos. Acredito que valha a pena ver uma banda quando ela é assim tão boa. Claro que sendo a Closer a terceira música a ser tocada - e tão, tão bem - fiquei com a sensação de que podia ir embora naquele momento. Mas fiquei, fiquei e apreciei o resto do concerto. Foi numa nota calma todo o concerto, mas achei engraçado quando pessoal se queixava de que o concerto foi uma seca. Normal, quando se conhece apenas uma, duas músicas no máximo é capaz de desiludir. Eu gostei, apesar de não ter sido brilhante foi um concerto que valeu a pena. tocaram os singles que tinham de tocar, achei o use somebody um momento especial - da vista privilegiada que tinha, deu para perceber o público a aderir - e foram embora.
E foi isto, mais um Check na minha lista, menos uma banda para ver.

Lucifer Tobias C.

Ontem a minha avó foi lá a casa. Conheceu o meu animal de estimação e apesar de ficar triste por ainda não ser um bisneto de verdade, deliciou-se com o pequerrucho. Até disse que se estivesse mais perto o adoptava. Eu sorri e comprovei que a minha escolha foi a mais acertada.

Adoptar um animal acarreta, de facto, muita responsabilidade. Tratar de um é como tratar de uma criança. Vigiá-lo,, mimá-lo, educá-lo,  gastar rios de dinheiro e ficar a pensar no que poderia ser feito com o mesmo se não fosse para o animal. Ter uma paciência de Jó quando o bicho faz porcaria, enfim, uma infinidade de aspectos que comprovam a necessidade de se conseguir desenvolver muito amor por um animal para que ele seja tratado como merece – sempre da melhor forma possível.

Ter um gato é de facto especial, a sua natureza independente faz com que tenhamos de aprender a lidar com eles, conquistá-los. E eu que adoro um bom desafio e sempre interpretei o acto de “domar” alguém – animal ou não – um real atractivo não poderia resistir. Saber que depois de pouco tempo o meu animal vem deliberadamente ter comigo para uns miminhos doces e que demonstra toda a confiança em mim, é de encher o ego.
Gosto de ter ali a minha companhia, o meu “guardião”, o meu amuleto da sorte e estar lá para ele. Gosto de o ver crescer e descobrir como pode um gato ser inteligente. Assimilar que ele pode perceber-me bem melhor do que nós julgamos, como quando me apercebo da sua bondade quando me vê triste e se aproxima e estica a patinha em jeito de carícia, “chamar-me” para brincar com ele às escondidas, os meios que ele arranja para atingir uma finalidade entre tantas outras coisas.
Se calhar era mesmo suposto este animal cruzar o meu caminho, ser parte da minha família e alegrar tanto alguns dos meus dias menos felizes. Se calhar fazia parte eu resgatá-lo e dar-lhe um tecto, alimento e amor para ele ser feliz…

Hoje, dia 13 de Julho nascia o meu gatinho malandreco.

Sem sombra de dúvida

Tenho uma das vistas mais belas de Lisboa.
Quis o destino que o meu trabalho fosse a contemplar um dos meus locais favoritos de sempre. Ver a Torre de Belém, a ponte 25 de Abril, o Padrão dos descobrimentos e o Cristo rei, tudo de uma acentada só não é para todos... Assim até dá vontade de vir para o local de trabalho.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais visitados

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D