Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

(+) Uma maluca que julga ter juízo

Desabafos e bocados do que vou (vi)vendo...

(+) Uma maluca que julga ter juízo

Desabafos e bocados do que vou (vi)vendo...

Isto de aproveitar todos os momentos

É tudo muito bonito chegar o verão e querer aproveitar ao máximo os momentos que se possam vir a ter. Nos fins de semana dizer que, embora seja domingo, há que aproveitar que a vida são dois dias e um deles já passou... Depois de muitos meses, toca de ir dançar que já se tinha saudades. Saber das novidades, ficar contente por vê-la com o sorriso de felicidade. Ficar contente com a noite boa que foi.
Claro que chegar às 4h00 da manhã a casa e hoje trabalhar não é fácil, mas é bom saber que valem a pena sacrifícios destes...

Coisas que não são para ser

Passar a hora de almoço a ser galada pelo rapazinho mais fofo que vi nos últimos tempos, aquele cruzar de olhares tímido, fabuloso para elevar o ego, e quando se ganha coragem para falar com ele, desaparece como por artes mágicas...

Comentário que virou post

Vi isto. Após a leitura da entrevista, não consegui ficar assim tão chocada com aquilo que li. Fiquei sim aliviada por perceber que o U.K. ainda poderá vir a ter salvação!

Para começar, alguém já parou para observar calmamente o comportamento usual da geração mais nova deste país de 1º mundo?! Tem sido uma das razões por que tenho perdido o meu tempo a ver programas como Geordie Shore ou The Valleys nessa Meca de lixo televisivo que se tornou a MTV.

A par com os EUA, o Reino Unido tem vindo a levar a estupidificação do ser a um ponto ridículo de tão elevado.

Não sei o que acontece, talvez sejam as raparigas que por não desenvolverem espírito crítico suficiente (foi a melhor desculpa que consegui encontrar) acreditam que a vida é somente comprar roupas que as façam parecer o mais ridículo fashion possível e foder! Os rapazes acreditam que todas as raparigas são feitas para satisfazer as suas necessidades básicas, isto é, servem para foder... Mas atenção, sem nunca lhes pregar um par de estalos porque isso seria passar do limite! As miúdas são levadas para que ajam de forma histérica e infantil, os rapazes educados para se acharem uns bad boys.

Os valores nesta sociedade (e que nós pelos vistos também vamos caminhando para lá) encontram-se demasiado deturpados para que se possa verificar uma atitude correcta para com as mulheres.

Tenho familiares que se encontram a fazer a sua vida há largos anos por terras de sua majestade e a única certeza que têm é a de que ali a única coisa certeza é a de que a imagem do País é moldada para que seja a melhor quando projectada para fora… Foram-me contados casos medonhos de desaparecimentos de crianças, violações, agressões, violência gratuita por racismo, entre outras barbaridades a cada hora. O consumo de drogas pesadas é absurdo. O consumo de álcool idem.

Enquanto crianças forem levadas ao colo, sabendo que todos os seus actos sairão impunes e ainda, apesar de não contribuírem com quaisquer deveres para com a sociedade, acham que detêm mil e um direitos que são defendidos, estes casos só terão tendência a escalar…

Não me admiro que exista esta reportagem onde raparigas são atormentadas por mentecaptos… Agora o que não consigo conceber é uma escola que não apoia a atitude de raparigas que provam ter mais cabeça que muita gente crescida.

Oh, the world that we live in…

Diz que gosto de me entreter com livros

Com a utilização dos transportes públicos onde, com a mudança de trabalho, raramente consigo adormecer como até aqui fazia, tenho aproveitado o tempo para colocar as leituras em dia.

Pedi à mummy que me trouxesse livros emprestados, para não ter de gastar dinheiro. Escolhidos ao acaso, ela trouxe-me dois livros do mesmo escritor  - Paulo Coelho. Optei por começar pelo "Ser como o rio que flui". É um livro de leitura fácil, sem saber ao que ia conseguiu entreter-me e sempre dava para ir desenvolvendo as minhas teorias sobre a vida e o espiritismo como tanto gosto. E actualmente, que ando na fase das dúvidas existenciais (Para que serve a minha vida? Será que há mesmo algo mais? O que é que eu quero realmente  para me sentir realmente feliz? Como posso seguir o coração sem que isso vá de encontro à restante sociedade? Este vício de prestar atenção a pequenos acontecimentos e interpretá-los como sinais será só loucura? Coisas que assolam o ser humano  de quando em vez) achei o livro bastante pertinente.  Agora tenho lá o "Onze minutos" mas terá de aguardar.

Gosto de intercalar os tipos de livro que leio com temáticas e escritores diferentes.

Agora aproveitei para comprar a promoção do jornal "Correio da manhã" e ler "Porque és minha" para tentar perceber o que tanto estes livros têm para despertar o histerismo do mulherio por aí. Até aqui, não me agrada muito só me deixa a pensar que se calhar, sou mesmo uma devassa mas também ainda só vou na 50ª página.

Também não resisti e anteontem comprei o livro do Dan Brown – Ponto de impacto – porque o primo aconselhou-mo. Fica em lista de espera.

Nada de clássicos como Tolstoi, mas lá chegarei um dia…

Pág. 2/2

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais visitados

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D