Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

(+) Uma maluca que julga ter juízo

Desabafos e bocados do que vou (vi)vendo...

(+) Uma maluca que julga ter juízo

Desabafos e bocados do que vou (vi)vendo...

Pela primeira vez

 

Josh Holloway

 

Ontem o babe teve de ir a Lisboa... Ao são Jorge acompanhar o tio. Sportinguista Ferrenho que é, embora não admita o ferrenho, viu desenrolar de perto a festa encarnada! Ia-me ligando ao longo da noite a contar os episódios que ia vendo à sua frente.

Isto seria perfeitamente normal,  a distância obriga a que se recorra aos meios disponíveis. Mas estes dias...

 

Desde 5ª que a coisa estava... Esquisita! Senti do outro lado uma apatia fora do normal.

Tudo isto levou a que conversas menos agradáveis se desenrolassem, e como sempre, as personalidades tão distintas voltaram a chocar.

Falou-se de tudo, desde pequenos defeitos de cada um, a episódios menos bons anteriormente passados e mágoas que ficam e marcam. Tudo isto, aliado a este meu espaço em que é mais um local que demonstro aquilo que sou, levou a que pusesse em causa o que tínhamos. Não por falta de amor, não por despeito. Simplesmente não vejo como é possível dar certo, se uma das partes não acredita nisso. E sei bem disto, pois já fui eu quem duvidou e se mantinha à parte no passado.

 

Esta troca de ideias levou a que eu avaliasse com quem estou... Voltei a sentir aquele balão pensativo na minha cabeça com a grande pergunta "mudar até que ponto?" ou "Será que ele realmente me conhece?".

Sei que falho, quer dizer, sou humana tal como ele e por vezes meto os pés pelas mãos! Só não compreendo o porquê de tal tempestade por tão pouco... Sim, porque desta vez a razão foi pouco válida para dar azo a tanto galhardete!

Infelizmente tenho olhos na cara e não evito comentar se vejo alguém que considero belo (homem ou mulher, é igual). Sim, a beleza atrai-me de maneira quase insana, mas não o consigo evitar. Realmente as minhas expressões podem dar a entender algo mais do que realmente sinto, mas não. Apenas fico a pensar na existência de pessoas realmente belas, por fora! Agora que seja falta de respeito eu olhar para um famoso, por exemplo, o Joshzinho e, ai sim, babar e dizer que há homens que Jesus não vejo que seja razão para pôr em causa uma relação. Porque é famoso, porque nunca o terei, porque é simplesmente uma pequena fantasia, que julgo fazer parte de qualquer um/uma.

Quanto a isto não vejo maneira de alterar, sou assim, uma palhaça que não gosta nada, nadinha, de agir longe dele de forma diferente da que ajo junto a ele. Gosto de ser clara, gosto que ele saiba que a minha reacção é aquela e dali não passará. Que quando delineio uma linha que não devo ultrapassar, dali não passo!

O pior é que para o menino nada do que eu diga entra na sua cabeça... e é aqui que a coisa complica. Eu compreendo a maneira dele ver as coisas, algumas não concordo mas compreendo. E eu!?!

 

O que eu peço é apenas que ele saiba dizer, pensar na minha maneira de ver a vida.. que me compreenda, que me conheça. Não quero que concorde, mas que respeite a minha maneira "leviana" de ser.

Foram muitas as acusações que tive de ouvir, a maior parte delas considero super injustas. Aliás,magoou-me pela injustiça e se há pessoa que não suporta injustiças, sou eu.

Ainda cheguei a derramar meia dúzia de lágrimas ao pensar no que não quero numa relação e que ele poderia estar a tornar-se em algo que não quero... Mas fiz o melhor que se pode fazer nessas horas. Deitei-me e no dia seguinte mantive os pensamentos negativos afastados.

 

A verdade é que foi preciso um encontro de 3º grau do moço com alguém, para que ele me ligasse... e falássemos calmamente.

Pela primeira vez foi exactamente o passado que fez com que o mau clima em que estávamos se dissipasse!

Agora quero aguardar e esperar a conversa que terá de ser tida pessoalmente. Não suporto esta espera quando os assuntos são importantes,mas desta vez, lá terá que ser.

 

Bem,volto depois...

 

 

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais visitados

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D