Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

(+) Uma maluca que julga ter juízo

Desabafos e bocados do que vou (vi)vendo...

(+) Uma maluca que julga ter juízo

Desabafos e bocados do que vou (vi)vendo...

Quando descobres a pólvora

Let go.
Mas deixa ir de uma forma diferente. Não é largar os teus sonhos, porque não estão a correr como querias. Não desistas deles, desiste sim da forma como os tens encarado até aqui. Larga o medo que te corrompe a cada vez que pensas nas falhas que poderão ocorrer, da dor que poderá advir do “se”.
Deves largar o teu conceito do que os outros irão pensar de ti. No fundo tudo, absolutamente tudo o que fazes recai no que os outros irão pensar. Volta-te para dentro, pensa no que tu irás pensar.  E não, não o fazes ainda. Pensa bem. Avalia bem. Pára, respira e começa a testar-te. Quantas vezes te preocupas em não ir pela direita porque se fores pela direita saberás que vais ser julgada? Quantas vezes te apoias no teu medo para justificar uma acção que apenas irá corresponder à ideia que tu achas que os outros poderão vir a fazer de ti. Geralmente termina em ires pela esquerda, como todos os outros, porque és tão recta, tão fenomenal terás de corresponder a concepções alheias.
É só quando, realmente, te apercebes que a visão que os outros têm de ti não define aquilo que tu és, que te soltas e a concepção de realidade ganha todo um novo sentido.

Experimenta, deixar ir concepções, medos e preconceitos que tu criaste na tua própria vida, para a tua própria vida e verás que tudo fluirá de forma bem mais natural.

Let go.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais visitados

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D