Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

(+) Uma maluca que julga ter juízo

Desabafos e bocados do que vou (vi)vendo...

(+) Uma maluca que julga ter juízo

Desabafos e bocados do que vou (vi)vendo...

Tempo de antena a quem não merece mas continua a insistir!

Ainda estou para perceber se é defeito ou feitio mas sei separar o trigo do joio. Apesar dos pesares, quis o destino que eu me desenvolve-se e tornasse num ser humano equilibrado. Por exemplo, apesar do meu ódio de estimação, reconheço e digo a várias pessoas que o meu padrasto é uma pessoa afável. Facto, é muito simpático e agradável de ter por perto, quando o assunto é conviver. Quando devemos reconhecer, há que saber reconhecer a verdade.
Tenho dito a quem comenta que compre o livro que tu escreveste, porque sei que as tuas enormes falhas de carácter e desequilíbrio mental não influenciaram o teu dom para a escrita. És bom, é um facto que não poderei negar e a história é interessante. Agora, não confundas essa minha particularidade para achares que a conversa e o pedido de desculpa que ficou para ser tida lá atrás deverá ser tida agora. Não é! Diz que sou teimosa comá putassa, e não é que uma das minhas crenças é achar que as desculpas ou são ditas no momento correcto, ou quando muito atrasadas deixam de fazer qualquer sentido. Não tenho a mínima vontade ou razão para querer perder o meu tempo precioso a falar sobre coisas que já se desenrolaram noutra vida. Pode parecer-te impossível mas cresci, evoluí, não é fantástico?!  Devias fazer o mesmo, a sério tenta e verás que consegues. É que é chato essa tua necessidade de manter contacto com a minha pessoa, embora não seja recíproco. Já disse e repito, não te quero na minha vida, na minha história. És a segunda pessoa que sabe bem o que perde, ao perder a minha amizade. Já há muito me apercebi que amigos como eu não abundam por aí, e se alguém deita a essa felicidade pela janela, deverá arcar com essa escolha, certo!?

E não me interpretes mal, já nem é ódio nem raiva nem nada que se pareça, é mesmo aperceber-me que não me fazes falta! Se é isso que queres ouvir, estás perdoado, já coloquei a nossa história de lado há muito. Podes seguir em frente. Restitui o que falta de bom senso nessa cabeça e tem o mínimo de orgulho para não voltares a fazer figuras tristes que abundam por estes últimos dias. Segue mas com a certeza de que eu fui um dos teus capítulos e que está mais do que encerrado. Boa sorte para a vida, mas esquece-me! Agradecida.

Que dia

Hoje foi um dia de doidos. Literalmente, deve andar algo pelo ar que calhou-me de tudo na rifa. Culminou durante a reunião de trabalho e as conclusões que de lá retirei. Continuar a ser sensata, a não dar ouvidos aos zumzums que vou ouvindo e aos diz que disse. Ignorar aquilo que não me e dito directamente e tentar realizar o meu trabalho o melhor possível. E mais importante que tudo, cultivar o meu hábito de não julgar ninguém à toa!

Damn, I am fenomenal

Certas mensagens serão interpretadas somente como ego-boosters, só mesmo numa de elevar ainda mais o meu ego em franca expansão. É que não pode ser, o meu nível de awsomeness é tão elevado e eu não me apercebo disso. Tenho de me recordar mais vezes que as pessoas podem até fingir, abafar, mas a memória de mim irá permanecer tatuada.

Como o babe diz, devo mesmo ter mel!

Para a próxima quero nascer com uma pila

É nestes momentos que odeio ser mulher. Esta propensão para o drama e o "ai jesus" que só nós conseguimos ter/ver. Farta destes ataques de drama queen que só nós mulheres sabemos elevar a uma fasquia digna de um bom par de estalos.

É que, com toda a certeza, este mal é unilateral e imperceptível...

Para a próxima quero nascer homem!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais visitados

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D