Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

(+) Uma maluca que julga ter juízo

Desabafos e bocados do que vou (vi)vendo...

(+) Uma maluca que julga ter juízo

Desabafos e bocados do que vou (vi)vendo...

Dia 4

Terça feira foi a única manhã em que nos deixamos ficar um pouco mais a descansar. Quando acordámos decidimos que seria o dia de visitar o Cristo redentor e aproveitar e comer as gulodices enviadas pela avó. Fomos de táxi até lá, subimos pelo trem do corcovado, passeio delicia, apesar do tempo a mudar novamente e a sentir a trovoada a aproximar-se, foi um passeio bem bonito. De facto, a altura faz com que o mesmo Cristo que o nosso tenha um impacto imenso sob a cidade. Tirámos as fotos da praxe e presenciei um momento único. Com o aproximar das nuvens, ouvi o som da electricidade estática a passar perto de nós. Foi indescritível o barulho a aproximar-se e a dissipar-se! Brutal… para provar que não estava a exagerar todos ficaram com os cabelos em pé com tanta electricidade que se fazia sentir. Amei.

Seguimos para jantar no Lopes um frango assado que me ficou a desejar o franguinho Português e já em casa, com convidadas extra, preparámo-nos para ir até à lapa, curtir a noite carioca.
Ao chegarmos de táxi, demos conta com a verdadeira folia democrática da coisa, uma loucura. Realmente a onda é muito bairro alto lisboeta, tem bares com ondas diferentes para as várias tribos. Optámos por um com estilos diferentes. Uma vez mais, era muito homem bonito por lá, um samba ao vivo delicioso, foi só curtir. Deu para ouvir a improvisação de músicos a sério, indescritível. Ao sair deu para ver em primeira fila a discussão entre duas bichas, novela com direito a socos e pancadaria que literalmente 5m depois já era só amor, beijo e braço dado. Só visto. Tirando o cheiro mais nojento que alguma vez senti na vida, foi um momento de espera pelo primo espectacular. Adoro sentir assim a energia real dos locais, sem ter a vibe “zona turística para inglês ver”.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais visitados

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D