Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

(+) Uma maluca que julga ter juízo

Desabafos e bocados do que vou (vi)vendo...

(+) Uma maluca que julga ter juízo

Desabafos e bocados do que vou (vi)vendo...

As minhas amizades são como eu... malucas!

Depois de me contar o "incidente" que se deu no passado domingo, não pude evitar e sentir algum contentamento por saber que a amizade sobressai quando menos se espera!
Saber que sem querer querendo, a nossa Mea fez com que uma manhã a dois fosse ensombrada pelo meu fantasma, como tão bem ela sabe fazer (não conheço ninguém que consiga fazer com que alguém se sinta desconfortável de forma tão... tão dela) fez -me rir.

É de uma ironia e imprevisibilidade que chega a roçar o ridículo.

O Castelinho Branco fez-me rir mais uma vez, e toda a gente sabe o que eu gosto de uma boa gargalhada

Minha gente, devo dizer que na quarta feira à parte tive momentos de "blach", junto com um "ca noijo" e gargalhadas, e "não posso" ao visualizar a deprimente Sex tape do Sr. José CAstelo Branco.

Aviso já que o que mais me chocou (para além de comprovar que afinal ele até é bem dotado), foi o facto de ele até "papa gajas".

Sim, aquilo é um grande degredo de tão mau, mas deu para eu me rir, a bom rir!

dica para quem ainda nao viu... AINANAS!

Como ser despachado para a minha lista negra em menos de nada!

Rapaz engraçado, já conversámos várias vezes e por acaso surge a possibilidade de um almoço. Como acho sempre bom um almoço com gente diferente, começo a ponderar seriamente... até ouvir o seguinte:

E  então, pagas tu?!

Lamento informar, mas apesar de achar que fica sempre bem ser ele a pagar (simples caso de cavalheirismo), o correcto mesmo é cada um pagar o seu, afinal é a primeira vez que saimos e não há assim tanta confiança. O pedir-me para pagar resultou na impossibilidade de realizar tal almoço. Isto só a mim...

O que ando eu a fazer para me entreter em momentos de puro tédio?!

Esta semana fui apresentada ao maravilhoso (not) mundo da rede para queca fácil social que é o Badoo. é o que dá a curiosidade, e ver que raio era aquilo que alguns amigos enviavam (umas perguntas tolas). Pelos vistos, ao acedermos à coisa, aquilo importa  tudo pelo face. Assim deu-me algum trabalho apagar fotos, uma a uma para que rebarbadões n vissem coisas pessoais!
Eh pá, devo dizer que nunca imaginei que, para além dos maravilhosos espécimes que são os basofes (aquele lindo menino com camisola adidas rosinha, boné, brinquinho, e sinal de paz em riste), da epidemia ou surto que infectou a população masculina deste país e é vê-los todos com o cabelinho rapado e inchados qual tentativa frustradíssima de serem uma cópia do vin diesel, há coisas de tal forma deprimentes que só sobra mesmo rir-me. As fotos de gajos a tirar fotos ao seu tronco à frente do espelho de wc a ver-se a bela da sanita, ou os que acham que requisito para ser sexy é não utilizar nunca uma t-shirt ou algo que cubra a parte superior do corpo (os clássicos), há sempre quem ache que fica bem fazer beicinho... Sério, beicinho? Já não basta entrar no grupo dos meninos basofes, como ainda faz beicinho?! Really?! E isso resulta com alguma “nina”?! Plo amor da santíssima!

Há também aqueles eternos galãs (cofcof) que tiram foto deitados, com cara de sono ou  mocados ou lá o que é, tudo menos ar sexy, a tapar o dito com um lençol. Priceless minha gente, Fucking priceless.

Uma dica a todos os que entram nestes sites com o intuito de pura e simplesmente terem sexo, digam-no! Sem rodeios, como vi um que escrevia simplesmente, e passo a citar: “sexo esta noite no meu carro” – fantático hum. Acho que isso será bem mais eficaz do que qualquer das figuras tristes acima descritas.. Não sei, digo eu que afinal, não percebo nada destes modos de flirt actuais!

E pronto, depois de apagar tudo o que era informação minha, depois de apagar as mensagens recebidas que nunca variavam de um “oi linda/princesa/gostosa”, “posso te conhecer?” ou a variante “o que procuras?”, certifiquei-me que o perfil estava mais do que apagado (e o que custa apagá-lo? Ui, 50 perguntas antes que nos deixem) lá disse adeus até nunca mais a este pedaço de comédia perdida na inter-rede!

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais visitados

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D