Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

(+) Uma maluca que julga ter juízo

Desabafos e bocados do que vou (vi)vendo...

(+) Uma maluca que julga ter juízo

Desabafos e bocados do que vou (vi)vendo...

O que eu gostei do museu da eletricidade

Por razões que nem eu sei explicar ou até entender, nunca tinha posto os pés neste museu! devo dizer que adorei, adorei adorei. Um must para crescidos e pequeninos. Ponto obrigatório em Lisboa para tardes de sol em que não se sabe bem o que fazer... Além de que é sempre mil vezes melhor a enfiar os putos no shopping. Eu quero voltar!

Fim de semana

Fomos até Fátima. Fiz umas tréguas porque sabia ser importante para ela e lá seguímos todos contentes.
Foi um bom passeio de facto, verdade que o calor apertava, mas valeu a pena.
Pior, pior foi a constipação que apanhei graças ao ar condicionada do novo trabalho. Domingo não se fez mais nada para além de dormir. A ver se isto passa que estar gripada em pleno verão é dose!

Recarregar baterias

Este fim de semana, este fim de semana... Ai coisa mais boa. 

Sexta o tal jantarzito de aniversário. Apesar da estranheza que foi por alguns momentos, correu muito bem. Mesmo o andar a saltitar por Lisboa à procura de consenso sobre lugar a frequentar e só chegar a casa as 7h30 da manhã sem ter ido concretamente a lado algum, foi uma noite muito bem passada (by the way, ver Lisboa a acordar é algo mágico).

Sábado às 17h sair a caminho da praia para esplanar, ver o mar e a Lua. Fotos e mais fotos e mais fotos. Chegar a casa com aquela sensação de leveza que só um dia bem passado nos dá, e ainda havia jantar na casa da amiga. conversa e mais conversa, ânimo, caipis e sorrisos. 1h da manhã, atinjo o limite e a cama me recebe.

Domingo, levantar, preparar e mais uma tarde a passear. esplanar mais um pouco. 18h voltar a casa e saborear o bom que é o descanso no sofá.

Um fim de semana cansativo, sem dúvida, já que as horas de sono foram pouqíssimas, mas que valeu mesmo a pena, isso sem dúvida!

Agora vou ali para a caminha, que amanhã diz que é dia de trabalho.

Be back latter.

 

 

Que bom...

A saudade que eu tinha desta cidade... A vista da serra da estrela, com pontas de neve que já se notam, mesmo a esta distância. O frio gelado, que nos obriga ao quente da lareira, um verdadeiro aconchego. O ar aqui é diferente, a calma que paira.E saber que alguns dos melhores momentos da minha vida passei-os aqui. Que parte do meu crescimento foi enquanto aqui fiquei.

É tudo tão bom, tão familiar, tão perto do coração que dá gosto.

 

E foi assim

Fim de semana surpreendente este que passou uma palavra sobressai - SURPREENDENTE!

Dormir na casa da amôra apenas 3 horas para seguir caminho directo para parque aquático. Slide outra vez, 2 anos depois. Loucura,muita parvalheira da boa, risos e palhaçadas. E o melhor de tudo, sem filas.

fim do dia e siga para o aparthotel até as tantas e conversa e mais conversa. Pequeno almoço, próxima paragem praia para supostamente fazer tempo para o almoço... e realizar um sonho aqui da je - andar de jetsky (1 sonho simples, eu sei). Almoço, sesta na areia e regresso.

Agora é tempo de arregaçar as mangas e agarrar o touro pelos cornos, e provar a mim mesma que isto é só uma fase... uma fase com muitas más notícias ao mesmo tempo, e que há-de passar...

Be back latter.

 

(foto by me)

 

E andar neste barco, e a companhia do menino morenaço de olhos verdes com o sorriso lindo, e o mergulho no mar... ah, como soube bem!

 

Conclusões de um fim-de-semana prolongado

Mais uma vez constatei que ser palhaça na hora errada não é nada positivo.

Consigo levantar-me sem problemas, às 8h da manhã depois de uma noite mal dormida, apenas para ir abraçar uma amiga devastada por notícias tristes.

Irrita-me solenemente os centros de emprego lá da zona – nem 1 pessoa havia para aqui a je pedir umas míseras informações.

Adoro gargalhar que nem uma perdida.

Encontrei um novo spot… maravilhoso! Vale sempre a pena perder-me pela serra de Sintra.

Estar com o TPM no modo super-mega activo pode ser altamente perigoso - Estive capaz de matar tudo e todos os que me rodeavam só porque sim.

Os santos são muito engraçados, adoro e tudo e tudo, mas perder 1h na esquadra faz com que perca metade da piada.

Adoro o cheiro de sardinha no ar.

Ainda os santos, a quantidade de pessoas excessivamente embriagadas é abismal (e claro que fui uma das que estava alcoolicamente alegre).

Pela primeira vez na minha vida detestei de morte a existência de um mcdonald’s aberto as 2h da manhã.

Isto de não ser impulsiva, e achar que devo sempre pensar 2 vezes antes de falar, tem de acabar.

Adoro sentir o sol a bater-me na cara enquanto olho para o horizonte e vislumbro o mar.

Definitivamente gosto de conhecer mais palhaços como eu... há sempre uma empatia instantânea.

Se poderia ter sido melhor…poderia, mas mesmo assim foi um bom fim-de-semana.

 

 

 

Há que assinalar apenas as coisas boas!

Digamos que simplesmente este foi um dos fins-de-semana que tornam a vida bem mais doce, mais divertida... enfim, perfeita!

Passando a explicar:

 

Sexta-feira – 22h saímos da terrinha em direcção a Lisboa… Malucas, sempre na conversa e a aparvalhar, pára-se por Coimbra, isto já por volta das 00h, para uma foto rápida ao lado do rio... Anda-se mais um pouco, perde-se tempo porque o sr. do GPS é tolinho. Anda-se mais um pouco e às 2h e pouco achamos que passar pela Venda das Raparigas deveria ser recordado. DPára-se, tira-se foto à placa, aproveitei e descansei os pés e voltamos à estrada! 4h da manhã, já em casa e depois de largar a primeira passageira, deitámo-nos a planear o dia seguinte.

 

Sábado – Acordar, tirar o bilhete de comboio para logo a seguir ir de carro até ao rossio (WTF). Passear, palhaçar, risinhos e risotas, almoço e de novo passeio!

Siga pró Dolce Vita Tejo, comprar bugigangas, e que mais… Figuras tristes, mas o que interessava mesmo era a diversão! Tarde muito boa…

Há noite, depois de jantar, vontade de ficar deitada no sofá a descansar, mas as meninas já aperaltadas e mais que prontas para seguir para a noite! 1ª paragem Bairro(como não poderia deixar de ser) morangoskas para uns, cervejas para outros, pontapé na C**** da praxe para todos e “balde”- aquele pequeno copo de 500ml - de caipirinha pró babe… ficou bonito ficou! Siga para outro bar, dançar até as tantas e sofrer arduamente por levar botas de salto prá night (Ezzzztuuuupida)… Mal consegui dançar tal as dores. Muita risota, muitos beijos, muitos amassos. Sair em direcção a casa, chegar, ajudar os bêbados... Perdão, os mal dispostos, às 6h e dormir.

 

Domingo – Acordar (com muito custo) às 12h, almoçar com mamã, preparar para dar uma volta por Sintra, Cascais e Belém. Pôr-do-sol magnífico, mais risota, figuras tristes e muita palhaçada à mistura. De assinalar o episódio em que quase terminava a relação por um pedaço de pastel de nata. É que o tolo do babe fez com que o meu último pedacinho de pastel de nata, aquele último bocado que sabe sempre melhor, que me estava a saber qua orgasmo, enfim, aquele bocado de céu que alcanço quando como algo que adoro fez com que quase desse um safanão ao moço... Ai se não fosse o auto-controlo (meu)! Lá me contive, mas não perdoei que aqui por estes lados a Gula é o verdadeiro pecado mortal!

Jantar em casa, preparar as malas de regresso (das meninas) e gelado no mac… o resto… bem o resto passou-se com muito amor, tesão e um pequeno brinquedo à mistura…

Agora vou aproveitar as últimas horas antes de voltar para cima!

 

Há dias maravilhosos! Há pessoas maravilhosas e há momentos imperdíveis.

Fim-de-semana completo este!

 

 

Ai que eu nem acredito

Estou em contagem decrescente para um fim de semana diferente!

Vou levar as colegas de casa e escola para apreciar a beleza da cidade, por mim eleita há muito como uma das mais bonitas do mundo.

Vai ser a loucura... é praia, restaurante, bairro... ai ai ai!

Hoje, às 22h30 fazemo-nos à estrada... espero que seja uma boa viagem!

 

Volto depois...

 

 

Interessante

 

(Foto by net)

 

 

Chegada à minha outra casa, revia aqui umas páginas na net, entretida e deparei-me com algo com um potêncial fixe para 2 dias bem passados.

Foi ao ler isto no Expresso, que agora vou fazer cotas à vida e pergutar ao babe se gostaria de ir... Seria engraçado. O único problema é ser em Maio, um mês extraordinariamente complicado este ano, pois com queima das fitas, jantares de familia e semanas académicas... sei não!

Já que é aberto a heteros (e a zona tipo red light ser para mim um chamativo daqueles, mas daqueles mesmo) porque não.

Gostava, oh se gostava!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais visitados

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D